Listas / Stalker, de Tarryn Fisher / TAG Inéditos

Os 7 autores preferidos de Tarryn Fisher

Gillian Flynn, J. K. Rowling e Stephen King Gillian Flynn, J. K. Rowling e Stephen King Share this post

No mês de maio, a TAG Inéditos enviou para seus associados o livro Stalker, da escritora Tarryn Fisher, que já tem cinco títulos publicados no Brasil. Para escrever histórias sobre personagens vilãs e sobre a maldade humana, Tarryn se inspira em grandes nomes da literatura mundial.

Conheça os 7 escritores favoritos de Tarryn Fisher:

1 – Stephen King

Stephen King foi uma das maiores influências literárias de Tarryn Fisher quando ela ainda estava buscando sua voz como escritora. Stephen King é um dos autores de terror e ficção mais conhecidos da atualidade. Com mais de 50 romances publicados, incluindo thrillers e obras dramáticas, King vendeu mais de 400 milhões de cópias e teve vários títulos adaptados para o cinema e televisão. É também um dos escritores mais traduzidos do mundo. Alguns dos seus livros mais famosos são O iluminado (1977), O cemitério (1983) e IT – A coisa (1986).

2 – J. K. Rowling

Tarryn Fisher é fã de Harry Potter: a autora faz referências ao universo mágico do bruxinho em diversos de seus livros. Ao todo, a saga criada pela britânica J.K Rowling vendeu mais de 500 milhões de exemplares, foi traduzida para mais de 70 idiomas e teve oito adaptações cinematográficas de sucesso. Em 2004, Rowling foi nomeada pela Forbes como a primeira pessoa a se tornar bilionária apenas escrevendo livros. A autora também escreveu romances para o público adulto, como Morte súbita (2012) e O chamado do cuco (2013), este sob o pseudônimo de Robert Galbraith. Além de escrever, ela também apoia instituições de caridade direcionadas a crianças.

3 – Rick Riordan

Antes de se tornar escritor, o norte-americano Rick Riordan foi professor de inglês e história em escolas de ensino médio. Enquanto trabalhava, ele começou a escrever Tequila vermelha (2011), que viria a ser o primeiro volume da série de mistério Tres Navarre. No Brasil, o autor é mais conhecido pela aclamada saga de fantasia Percy Jackson e os olimpianos (2010), baseada na mitologia grega. Imaginada apenas como uma história para dormir contada a seu filho mais velho, a série alavancou a carreira de Rick Riordan na ficção infanto-juvenil. O autor teve mais de 50 milhões de exemplares vendidos só nos Estados Unidos e tradução para mais de 35 idiomas.

4 – Gillian Flynn

Conhecida mundialmente pelo best-seller Garota exemplar (2012), Gillian Flynn é uma escritora norte-americana e crítica de televisão da Entertainment Weekly, uma revista sobre cinema, música e livros. Em 2007, Gillian foi indicada para o prêmio Mystery Writers of America Edgar por Melhor Romance de Estreia de uma escritora americana. Gillian já foi elogiada por Stephen King, que mencionou o dom da escritora para contar histórias macabras. Gillian também publicou os títulos Objetos cortantes (2007), Lugares escuros (2015) e O adulto (2016).

5 – Tiffanie DeBartolo

A norte-americana Tiffanie DeBartolo é uma escritora multifacetada. Além de ter dois livros publicados, How to kill a rock star (2005) e God shaped hole (2002), ela também foi roteirista e diretora do filme Alma de poeta, olhos de Sinatra (1998), com atuação de Jennifer Aniston. Estudou Filosofia na Universidade da Califórnia e é fundadora e diretora da Bright Antenna Records, uma gravadora e produtora independente localizada em São Francisco, EUA, que reúne diversos artistas que acreditam no poder da música.

6 – Tracey Garvis-Graves

O livro de estreia Na ilha (2013) entrou para as listas de mais vendidos do New York Times, Wall Street Journal e USA Today, alavancando a carreira da escritora norte-americana de ficção contemporânea Tracey Garvis-Graves. Publicado em mais de 25 países e traduzido para mais de 30 idiomas, o livro deve contar com uma adaptação cinematográfica. Na ilha tem uma pequena continuação, Uncharted (2013), ainda não disponível no Brasil. A autora escreveu outros romances como Covet (2013), Every time I think of you (2014) e Heart-shaped hack (2015).

7 – Lucy Christopher

Lucy Christopher cresceu na Austrália, onde se formou na Universidade de Melbourne. A escritora se mudou para a Inglaterra para fazer um mestrado em Escrita Criativa pela Universidade de Bath Spa. Seu livro de estreia, Stolen (Raptada): carta ao meu sequestrador (2012), foi escrito como parte do seu doutorado, e fala sobre uma adolescente raptada e levada ao deserto da Austrália. Apesar de Lucy nunca ter sido sequestrada, ela diz ter se inspirado nas suas próprias experiências de quando se sentiu assustada ao se mudar para o país, aos nove anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*