TAG Curadoria / TAG Inéditos

Ecobags Literárias: conheça os autores que estampam os mimos de aniversário

ecobag; toni morisson; machado de assis; edgar allan poe; agatha christie Share this post

Todos os meses celebramos a literatura em nossas caixinhas por meio de experiências únicas, preparadas especialmente para nossos associados. Neste mês de julho, aniversário da TAG, não poderia ser diferente! Para celebrar sete anos de #revoluçãoTAG, nos inspiramos em quatro grandes personalidades da literatura mundial — Machado de Assis, Toni Morisson, Edgar Allan Poe e Agatha Christie — e desenvolvemos quatro ecobags ilustradas e exclusivas!

ecobags literárias; toni morisson; edgar allan poe; agatha christie; machado de assis

Quer saber mais sobre cada personalidade literária que selecionamos para este mimo especial? Confira a seguir:

ecobag; agatha christieAgatha Christie

Agatha Christie é considerada a “Rainha do Crime” pelo sucesso dos mais de 80 romances policiais que escreveu, sendo eles 66 romances e 14 coletâneas de contos, além de alguns outros livros não policiais (entre eles, sua autobiografia, publicada postumamente em 1977). Suas obras apresentam enredos intrigantes que tornam praticamente impossível ao leitor desvendar seus desfechos. Os livros de Agatha Christie venderam milhões de cópias no mundo todo e ela é, ainda hoje, a escritora mais traduzida no mundo. De acordo com o inventário feito pela UNESCO, seus contos, romances e peças teatrais já contam com mais de 7 mil traduções!

O sucesso de seus textos é tão grande que não param nas páginas dos livros. Em seu extenso catálogo de adaptações cinematográficas e televisivas, podemos citar E não sobrou nenhum, Assassinato no Expresso do Oriente, Morte no Nilo e Os crimes ABC.

 

ecobag; machado de assisMachado de Assis

Joaquim Maria Machado de Assis foi poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, crítico literário e um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, além de seu primeiro presidente. Advinda de uma época em que se destacavam o romantismo no Brasil e o realismo na Europa, a obra de Machado de Assis apresentou uma originalidade despreocupada com definições estilísticas e ultrapassou, aos poucos, a estética comum nesses movimentos literários.

O marco de sua maturidade literária é o romance Memórias póstumas de Brás Cubas (1881), no qual Machado de Assis apostou em técnicas como o uso da narrativa em primeira pessoa e da inverossimilhança. Na obra, narrada por um “defunto autor” representante da elite, o escritor faz suas críticas à formação do Brasil como país escravocrata e patriarcal. Traços dos mesmos recursos podem ser percebidos em seus romances subsequentes: Quincas Borba (1892), Dom Casmurro (1899), que será a obra-prima e colocará sua literatura em plano universal, Esaú e Jacó (1904) e Memorial de Aires (1908).

 

ecobag; toni morissonToni Morisson

Toni Morrison foi uma escritora norte-americana e a primeira mulher negra vencedora do prêmio Nobel de Literatura, em 1993. Mas os méritos da prolífica autora americana não se traduzem apenas em suas inúmeras premiações e condecorações: a exclusividade e ineditismo de algumas delas, no entanto, indicam vitórias que ultrapassam os limites da literatura.

Toni dedicou-se exclusivamente ao ensino por nove anos, porém, após o fim de seu casamento, se viu obrigada a encontrar uma saída rápida para se sustentar enquanto mãe solteira. Foi neste momento que surgiu a oportunidade de trabalhar na editora Random House: era o momento ideal para produzir a própria ficção, inspirada por autores como James Baldwin, Chinua Achebe e Camara Laye. Então, baseando-se em uma marcante lembrança de sua juventude, escreveu pacientemente por cinco anos até que, em 1970, publicou O olho mais azul, obra que chegou aos associados da TAG Curadoria em março de 2019 pela indicação de Djamila Ribeiro.

Mais tarde, em 1987, a autora lançou Amada, livro inspirado em fatos reais que lhe garantiu o Prêmio Pulitzer de melhor ficção e foi considerado o melhor romance americano dos últimos 25 anos pelo periódico norte-americano The New York Times.

 

ecobag; edgar allan poeEdgar Allan Poe

Edgar Allan Poe foi um poeta e escritor considerado o criador do terror moderno, da ficção científica e da história policial. Consequentemente, o autor é visto como um dos escritores norte-americanos mais influentes do século XIX. Além de escritor renomado, Poe parece ter se tornado personagem intrigante de sua própria construção literária, pois sua trágica vida — e sua morte misteriosa — atrai muitos curiosos que especulam sobre a veracidade dos acontecimentos da vida do autor.

Escreveu diversos contos e poemas marcados por temas como mistério e horror. Muitas de suas obras exploram a temática do sofrimento causado pela morte, pois, ele dizia, não havia nada mais romântico que um poema sobre a morte de uma mulher bonita. Suas obras — com destaque para O corvo, poema que se tornou um clássico da literatura — marcaram a literatura norte-americana contemporânea e influenciaram posteriormente diversas gerações de escritores.

 

Quer garantir a sua ecobag literária?

Realize a assinatura no clube até o dia 14/07 e receba em casa a sua caixinha de julho, recheada com este mimo especial, livros selecionados a dedo e outros materiais exclusivos!

Inscreva-se e faça parte da #RevoluçãoTAG.

1 comment

Fernanda 11 de junho de 2021 Responder

Que TUDO essas ecobags! eu gostei muito, nossa
quero a do Poe <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados