Listas / Todas as cores do céu, de Amita Trasi

5 escritores contemporâneos da Índia

Share this post

No último kit de 2018 da TAG Inéditos, embarcamos em uma viagem à Índia. Todas as cores do céu é narrado por duas protagonistas de diferentes castas que derrubam barreiras para manter uma amizade de infância. Se você gostou do romance de Amita Trasi, pode ser que se surpreenda com esta lista de autores contemporâneos indianos.

Arundhati Roy

Escritora, romancista e ativista, Arundhati Roy foi a primeira pessoa indiana a vencer o Booker Prize, um dos mais importantes do Reino Unido. Ela recebeu a honraria em 1998 pelo seu romance de estreia, O Deus das pequenas coisas, que propõe uma reflexão sobre temas considerados tabus na Índia, como o sistema de castas. Em 2017, vinte anos após a publicação do seu primeiro livro, ela voltou à ficção com O ministério da felicidade absoluta, que traça um retrato das violações de direitos humanos no país.

Salman Rushdie

Combinando realismo mágico, ficção e história, Salman Rushdie já teve sua obra traduzida para mais de 40 idiomas. Em 1981, recebeu o Booker Prize pelo romance Os filhos da meia-noite, adaptado para o cinema em 2013. Ficou mundialmente conhecido após a publicação de Os versos satânicos (1988), vencedor do Whitebread Prize – livro que causou controvérsias entre muçulmanos e provocou a sentença de morte do indiano, promulgada por Aiatolá Ruhollah Khomeini, líder do Irã, em 1989.

Kiran Desai

Filha da também escritora indiana Anita Desai, Kiran é a mulher mais jovem a vencer o Booker Prize, em 2006, aos 35 anos. O livro agraciado foi O legado da perda, uma história sobre o impacto da globalização em uma pequena cidade da Índia. A autora escreveu parte do romance durante o período em que esteve no Brasil, inspirando-se no dia a dia das favelas do Rio de Janeiro. Em janeiro de 2015, ela foi listada pelo jornal The Economic Times entre as 20 mulheres indianas mais influentes da atualidade.

Aravind Adiga

Nascido em Madras, atual Chennai, em 1974, Aravind Adiga cresceu em Mangalore, no sul da Índia. Imigrou com a família para a Austrália e depois morou nos Estados Unidos, onde frequentou a universidade de Columbia. Hoje, vive em Mumbai. Jornalista, já trabalhou nos jornais The Sunday Times, The Financial Times e na revista indiana TIME e The New Yorker. O tigre branco, livro de estreia do autor, também recebeu o renomado Booker Prize em 2008. Sua obra já foi traduzida em cerca de 15 países.

Chitra Banerjee Divakaruni

Poeta, ativista e professora de Escrita Criativa na Universidade de Houston, Chitra é uma premiada autora. Nascida em Calcutá, na Índia, ela se mudou para os Estados em 1976 para estudar, onde concluiu um mestrado e um doutorado em Inglês. Sua obra já foi publicada em diversas antologias e revistas, incluindo a The New Yorker. Disponíveis em 29 idiomas, seus livros já inspiraram peças e filmes, como o best-seller internacional Irmã do meu coração (1999), que rendeu a produção da série de TV Anbulla Snegidheiye.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*