Matérias

Mães e mercado de trabalho

Share this post

O dia das mães chegou e, com isso, não podemos deixar de refletir sobre como essas figuras são essenciais em nossa formação enquanto seres humanos e sociedade. Além de demonstrar nossa gratidão e admiração por elas, é importante iniciarmos um debate sobre a presença dessas mulheres no mercado de trabalho, em especial a das futuras mães. Junto com a expectativa da chegada de uma nova pessoa na rotina, vêm também os desafios. Sabemos que a chegada de um novo membro na família resulta em uma carga de trabalho extra que nem sempre é dividida com uma rede de apoio ou compreendida pelo mercado de trabalho, o que resulta nos dados que já conhecemos:

  • Mães deixam o mercado de trabalho cinco vezes mais que pais;
  • 50% das mães são demitidas até 2 anos após a licença-maternidade;
  • Mulheres têm 37% menos chances de serem contratadas para um emprego quando têm filhos;
  • Mães recebem menos 40% do que mulheres sem filhos.

Acreditamos que não apenas os companheiros ou companheiras são responsáveis por mudar essa realidade, mas também as empresas, à medida que seguirem contratando mães, confiando e valorizando aquelas que já fazem parte dos seus times e entendendo a nova realidade da funcionária que virou mãe. Por isso, especialmente nesta data, comemoramos a promoção da Ana, nossa Especialista em Dados, quando ela estava grávida da Ágata há 4 meses, e a discussão sobre licença parental que esse momento gerou por aqui. Isso demonstra não apenas a confiança que temos no trabalho dela e a excelência em realizá-lo, mas também nosso compromisso em ser parte da mudança que queremos ver em todo o mercado. A todas as mães, expressamos nosso profundo respeito e desejamos um mundo cada vez mais igualitário (dentro e fora de casa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados