Listas

23 livros indicados pelos nossos leitores

Share this post

Perguntamos aos nossos seguidores no Facebook qual livro eles indicariam se fossem curadores da TAG e por quê. Fizemos, então, uma seleção dos comentários com mais curtidas para compartilhar com você.

1. A visita cruel do tempo, de Jennifer Egan

“É um livro de contos que se interligam em determinados pontos e que eu achei incrível. Prefiro não dizer muito para não dar spoilers , mas recomendo fortemente.” (Ariel Rodrigues)

2. O mundo assombrado pelos demônios, de Carl Sagan

“É um livro brilhante, um grande marco na minha formação, permitindo que melhorasse a minha compreensão do mundo. Gostaria que mais pessoas tivessem a oportunidade que eu tive de conhecer esta obra.” (Ronie Muller)

3. O nome da rosa, de Umberto Eco

“Foi um livro que me marcou muito durante a adolescência pela incomparável inteligência e riqueza cultural e histórica.” (Camila Giorgetti)

4. Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez

“É um relato gostoso e divertido sobre acontecimentos humanos na Colômbia do início do século XX. Uma leitura fluída e agradável.” (Natália Calderan Rissi)

5. As brumas de Avalon, de Marion Zimmer Bradley

“São 4 volumes sobre o rei Artur e os cavaleiros da Távola Redonda, principalmente sobre as sacerdotisas de Avalon, a ilha sagrada da antiga religião celta. Foi a melhor obra que já li.” (Lidiamaria Moraes)

6. Feia – A história real de uma infância sem amor, de Constance Briscoe

“Se trata da história real de uma menina que sofre maus tratos de sua mãe durante a queda do Muro de Berlim. Ela estuda e corre atrás de seus sonhos e se torna a primeira juíza negra do mundo.” (Samuel Glitz)

7. O dia do curinga, de Jostein Gaarder

“Livro muito impactante para mim. É do mesmo autor de O mundo de Sofia, fiel ao seu estilo da história dentro de uma história. Não se trata de uma leitura fácil, mas é fascinante!” (Andreia Pereira)

8. As travessuras da menina má, de Mario Vargas Llosa

“Uma história de amor verdadeiro, com sua fortuna e desventuras em um jogo de esconde pelo mundo. Vargas Llosa em grande forma, com personagens complexos e cativantes. Leitura obrigatória.” (Cauê Bueno)

9. Cem anos de solidão, de Gabriel García Márquez

“Além da história da família Buendía ser incrível, a construção do texto é excelente e prende a atenção do leitor.” (Tatiana Tomiosso)

10, 11 e 12. A insustentável leveza do ser, de Milan Kundera, O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger, e O sol é para todos, de Harper Lee

“Livros fantásticos, que se tornaram meus favoritos pela escrita inteligente, pelos temas que abordam e por se proporem não apenas a contar uma estória, mas por nos implicarem a pensar na nossa existência enquanto seres humanos responsáveis que vivem em comunidade.” (Tainara Fernandes)

13. O conto da aia, de Margaret Atwood

“Livro intenso que nos faz refletir sobre o que o extremismo é capaz de fazer e sobre o quanto daquela história dita distópica é um reflexo da nossa própria sociedade!” (Ellen Mayara Pereira Leite)

14 e 15. Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, e Os miseráveis, de Victor Hugo

“A forma como ambos foram escritos é impecável, a elegância de como seus autores os escreveram é imperdível; as histórias são cativantes; seu personagens são inesquecíveis!” (Cristina Dal Collina)

16. Ensaio sobre a lucidez, de José Saramago

“Leitura fundamental para o Brasil de agora.” (André Dutra)

17. A elegância do ouriço, de Muriel Barbery

“Pela delicadeza e polidez do texto e dos personagens, mostrando que, quando há boa vontade, pessoas totalmente diferentes podem ser amigas – e mais do que isso. É uma ode à compreensão e ao amor, no sentido mais amplo dessa palavra.” (Tagiane Luiza Trojahn)

18. Não verás país nenhum, de Ignácio de Loyola Brandão

“Um livro escrito há vários anos, mas que já mostra uma grande preocupação com questões como aquecimento global, falta de água, entre outras coisas que parecem absurdas mas que estão quase acontecendo. Enfim, acho um dos livros mais ‘realistas’ que já li sobre o futuro.” (Eddie Cardoso)

19. A vegetariana, de Han Kang

“Atual, doloroso e poético. É sobre uma mulher que, após um sonho, decide não comer mais carne, num país onde uma mulher pouco pode decidir. Venceu o Man Booker Prize em que concorriam os fantásticos Raduan Nassar, Agualusa e Mia Couto.” (Gael Rodrigues)

20. Um certo Capitão Rodrigo, de Erico Verissimo

“É minha parte favorita de O tempo e o vento. É uma história que nos faz sentir um pouco (ou muito) de tudo: amor, raiva, luto, esperança… É lindo!” (Priscila Scoville)

21 e 22. Cinzas do norte, de Milton Hatoum e Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus

“São obras sensíveis que dialogam com o nosso espírito, nossa humanidade, e se comunicam conosco numa linguagem muito latina e familiar.” (Luiz Prado)

23. A casa dos espíritos, de Isabel Allende

“Mostra o conflito geracional conservador e progressista, tal como nos dias de hoje.” (Vanessa Rosa)

 

As transcrições acima sofreram pequenas correções e modificações para fins de clareza.

Gostou das indicações? Nossos seguidores deixaram centenas de outras nos comentários da nossa postagem no Facebook. Não deixe de conferir!

1 comment

Marilda Helena de Mattos Blauth 29 de agosto de 2018 Responder

Tenho um bom caminho pela frente, eu li só doze destes 23 ! Oba!!! Grata pelas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados