Listas

8 suspenses investigativos que se tornaram best-sellers

Share this post

Harry Bosch, com a ajuda de sua nova parceira, Lucia Soto, investiga dois casos abertos em O quarto em chamas, enviado em agosto para os associados da TAG Inéditos. O décimo sétimo volume de Michael Connelly sobre o detetive Harry Bosch permaneceu por quatro semanas na lista de mais vendidos do New York Times, em 2014.

Confira oito romances policiais que também figuram entre best-sellers mundiais:

1 – O sono eterno (Ed. Alfaguara, 2015), de Raymond Chandler

Philip Marlowe, detetive particular em Los Angeles, é chamado para investigar um caso banal de chantagem envolvendo uma filha do General Sternwood. Mas, ao se deparar com pornografia ilegal e a máfia dos jogos, ele logo percebe que as duas filhas do General podem ser mais perigosas do que demonstram. O romance marca a primeira de sete aventuras de Marlowe, famoso protagonista policial. Raymond Chandler escritor preferido de Michael Connelly, nosso autor do mês tornou-se referência da literatura e do cinema policial noir, subgênero que ficou conhecido entre os anos 1930 e 1950 nos Estados Unidos.

 

2 – O silêncio dos inocentes (Ed. Best Bolso, 2008), de Thomas Harris

Cinco mulheres são brutalmente assassinadas em diferentes locais dos Estados Unidos. A jovem agente do FBI Clarice Starling consulta o psiquiatra Hannibal Lecter, internado em um manicômio judiciário, para solucionar os casos e chegar até o assassino. Hannibal, que possui uma mente psicopata voltada para o crime, aponta pistas que acabam por envolver Clarice em uma trama mortífera e perigosa. Com atuação de Anthony Hopkins e Jodie Foster, a adaptação para o cinema de O silêncio dos inocentes ganhou cinco estatuetas do Oscar, em 1991.

3 – O alienista (Ed. Gente, 2018), de Caleb Carr

A Nova York dos anos 1890 é ameaçada por uma onda de assassinatos de meninos que trabalham em bordéis. Laszlo Kreizler, um tipo de psicólogo ou “alienista”, assume a investigação do caso com a ajuda da secretária de polícia Sara Howard e do ilustrador jornalístico John Moore. Com base nos detalhes dos crimes, o trio traça um perfil psicológico do serial killer e revoluciona a psicologia criminal. O romance permaneceu por seis semanas na lista de mais vendidos do New York Times, em 1994, e serviu de inspiração para a série homônima da Netflix, lançada em abril de 2018.

4 – Post mortem (Ed. Paralela, 2012), de Patricia Cornwell

Kay Scarpetta, médica-legista, examina as mulheres vítimas de um assassino metódico. Antes que ele ataque novamente em Richmond, Virgínia, Scarpetta usa seu olhar infalível e os avanços da pesquisa forense para desmascarar o serial killer. Mas, ao que tudo indica, a investigação tem sido sabotada desde o início e por alguém muito próximo à médica. Post Mortem é o livro de estreia de Patricia Cornwell, renomada autora de romances policiais. Este é o primeiro volume da série best-seller do New York Times sobre a Dr. Kay Scarpetta, que recebeu diversos prêmios em 1990, como o Prêmio Edgar.

5 – O assassinato de Roger Ackroyd (Ed. Globo, 2014), de Agatha Christie

Considerada uma das obras-primas da Rainha do Crime, é um romance policial recheado de ameaças, chantagens, vícios, heranças e obsessões amorosas. Quando o milionário Roger Ackroyd é encontrado morto em uma mansão da pacata vila de King’s Abbott, a velha Caroline Sheppard começa a suspeitar sobre uma possível relação entre este e outros dois crimes. Ela pede a ajuda do aposentado detetive belga Hercule Poirot, que investiga o caso com a sua habitual perspicácia. O livro foi adaptado para a peça Alibi (1928), que foi levada para os cinemas em 1931, estrelando Austin Trevor como Poirot.

6 – Boneco de neve (Ed. Record, 2017), de Jo Nesbø

No dia da primeira neve do ano em Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel. O medo é instaurado na cidade, já que um simples boneco de neve no jardim pode significar uma próxima vítima. Com a ajuda de uma recruta, Harry inicia uma caçada ao serial killer no que parece ser o caso mais desafiador de sua carreira até então. O best-seller do New York Times é o sétimo volume da série sobre o detetive Harry Hole. O suspense do autor norueguês conta com uma adaptação cinematográfica homônima, lançada em novembro de 2017 no Brasil.

7 – Corra, Alex Cross (Ed. Arqueiro, 2014), de James Patterson

O detetive e psicólogo Alex Cross é encarregado de investigar a morte de três pessoas que, ao que tudo indica, foram cometidas por diferentes assassinos. Mas as investigações parecem imprecisas e a prefeitura de Washington cobra resultados. Além disso, Cross precisa lidar com problemas de família e com alguém que pretende sua carreira. James Patterson é campeão de vendas, tendo publicado mais de 130 livros policiais e de suspense. O best-seller do New York Times é o último volume da série protagonizada por Alex Cross lançado no Brasil.

8 – A mulher enjaulada (Ed. Record, 2014), de Jussi Adler-Olsen

Merete Lynggaard está no auge da sua carreira política quando desaparece misteriosamente. Sem uma conclusão, o caso é arquivado pela polícia. Anos mais tarde, o detetive Carl Mørck – responsável pelo Departamento Q, uma seção para casos não solucionados – é encarregado de finalmente descobrir a verdade sobre o desaparecimento. Com a ajuda do assistente Assad, ele inicia uma investigação sobre os rastros do mistério e sobre o passado de Merete. A mulher enjaulada é o primeiro volume da série dinamarquesa Departamento Q, que já teve mais de 10 milhões de exemplares vendidos.

1 comment

Juliana Ferreira Corrêa 31 de agosto de 2018 Responder

Achei a lista maravilhosa! Alguns já tive o prazer de ler, os outros estão na minha lista de leituras futuras, afinal sempre me senti atraída por esse gênero. Parabéns pelas indicações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados