Matérias / TAG Curadoria

José Saramago vira personagem no livro de 5 anos da TAG Curadoria

José Saramago Share this post

O livro de 5 anos da TAG Curadoria foi escrito especialmente para o clube pelo português José Luís Peixoto, vencedor de importantes prêmios literários como o Oceanos e o Saramago. Peixoto escolheu justamente José Saramago, o grande escritor que dá nome a este último, como protagonista de Autobiografia.

“Autobiografia”, de José Luís Peixoto, transforma José Saramago em personagem

José Saramago nasceu em Portugal na aldeia de Azinhaga, no dia 16 de novembro de 1922. Apenas dois anos depois, mudou-se com os pais para a capital Lisboa, onde passou a maior parte da vida. Aos 25 anos, enquanto trabalhava como funcionário público, publicou Terra do pecado (1947), seu primeiro romance. Até 1953 e durante a segunda metade dos anos cinquenta, escreveu numerosos poemas, contos – alguns dos quais são publicados em revistas e jornais – e esboçou a redação de pelo menos quatro romances, dos quais conclui apenas um.

A partir de 1975, ao ficar desempregado, Saramago decidiu dedicar-se exclusivamente à escrita e à tradução, ofício que já exercia desde a década de 1950 ao transpor para o português as obras de autores como Liev Tolstói, Charles Baudelaire, Guy de Maupassant, Colette e Hegel. Em 1982, publicou Memorial do Convento (1982), obra vencedora do Prêmio Pen Club e do Prêmio Literário Município de Lisboa que o consagrou internacionalmente. Em 1986, conheceu a jornalista Pilar del Río, com quem casou-se dois anos depois e que seria sua companheira até o fim da vida.

Em 1995, Saramago venceu o Prêmio Camões, criado pelos governos do Brasil e de Portugal para laurear autores que tenham contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua portuguesa. Mas o maior ainda estava por vir: em 1998, tornou-se o primeiro (e, até agora, único) escritor de Língua Portuguesa agraciado com o Prêmio Nobel de Literatura, “… pela sua capacidade de tornar compreensível uma realidade fugidia, com parábolas sustentadas pela imaginação, pela compaixão e pela ironia”, segundo a Academia Sueca.

Destacam-se na sua obra, ainda, romances como O Evangelho segundo Jesus Cristo (1991), premiado com o Grande Prêmio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores e com o Prêmio Brancatti, da Itália, Ensaio sobre a cegueira (1995), adaptado para o cinema pelo cineasta brasileiro Fernando Meirelles em 2008, e As intermitências da morte (2005).

José Saramago faleceu no dia 18 de junho de 2010 na sua casa em Lanzarote, acompanhado por sua família e amigos mais próximos. Seu corpo foi cremado no Cemitério do Alto de São João, em Lisboa, onde foi recebido por uma imensa multidão que se despediu levantando livros.

Assine a TAG Curadoria e receba a sua caixinha comemorativa dos 5 anos de TAG

5 comments

Sinaide Nascimento da Silva Santos 30 de maio de 2019 Responder

Excelente escolha da curadoria da Tabela. Aguardo ansiosa pela caixinha de aniversário!

Ana Cleude 30 de maio de 2019 Responder

Sensacional. Parabéns a TAG pela homenagem a Saramago e pelo presente que estamos recebendo.

Katiussia 30 de maio de 2019 Responder

Coincidência ou não, estou lendo agora Ensaio sobre a Lucidez

Fernando Pereira Gonçalves 31 de maio de 2019 Responder

Meu amado “Zezinho” será personagem de um romance!!!Se Pilar me visse falando assim, certamente me mataria,mas Saramago é o escritor que mais li e que mais amo da nossa literatura em língua materna!!!Obrigado, José Luís Peixoto, por nos brindar com essa verdadeira ambrosia literária!!!Colocarei como prioridade!!!!!

Tatiana Borges Trusiewicz 31 de maio de 2019 Responder

Ansiosa para receber este livro !!! Saramago é meu autor favorito e tê-lo como personagem já me faz estar apaixonada pelo livro antes mesmo de ler !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados