Matérias

Maison de Victor Hugo: a casa-museu de um dos maiores escritores franceses

Foto: Pierre Antoine Share this post

Nascido no dia 26 de fevereiro de 1802, na comuna de Besançon, o romancista, poeta e dramaturgo Victor Hugo foi o grande ícone do Romantismo francês do século XIX. O escritor foi eleito para a Academia Francesa em 1841 e é autor de obras mundialmente famosas como O corcunda de Notre-Dame (1831), romance histórico que narra o amor do sineiro Quasimodo pela cigana Esmeralda e Os miseráveis (1862), que denuncia a injustiça social por meio da trajetória de Jean Valjean.

Em 1832, mudou-se para a casa parisiense que se transformou em um museu aberto ao público e de entrada gratuita. A Maison de Victor Hugo fica no bairro Marais, na Place des Vosges, a praça planejada mais antiga de Paris e um dos principais pontos do bairro. O escritor viveu nela durante 16 anos, até 1848, e foi lá que escreveu parte do romance Os miseráveis, no qual começou a trabalhar a partir de 1845.

Foto: Maisons Victor Hugo

O museu foi inaugurado por iniciativa de Paul Meurice, amigo de Victor Hugo que, em 1902, em comemoração ao centenário do escritor, propôs reconstruir a casa onde ele havia morado. O local foi dividido em salas que contam, em ordem cronológica, a história do ícone da literatura francesa através de cartas, rascunhos e gravuras feitas pelo escritor. Sua vida foi dividida em três grandes períodos: antes, durante e após o exílio de 15 anos que viveu a partir de 1855 por se opor ferozmente ao império de Napoleão III.

Foto: Pierre Antoine
Foto: Pierre Antoine

Os aposentos, praticamente intactos, são uma viagem no tempo e revelam a vida doméstica parisiense do século XIX. Seus cômodos recordam o processo de escrita de Victor Hugo através da mobília, dos objetos e das obras de arte que pertenceram a ele ou foram criadas pelo próprio escritor.

Foto: Estelle Poulain
Foto: Requillart

2 comments

Jéssica Petry 26 de abril de 2018 Responder

Bom dia,
Eu não sei se compreendi errado a matéria. Todavia, acho que não ficou claro um ponto: existem duas “Maison de Victor Hugo”, “casas de Victor Hugo” em tradução livre. A primeira onde ele morou em Paris, na Place des Vosges e a segunda onde morou no exílio em Guernesey, chamada de Hauteville House. A foto da linda casa branca na matéria, bem como dos quartos são da segunda casa, onde ele viveu durante o exílio. Então creio que o endereço citado na matéria está equivocado. A casa situada na Place des vosges é na verdade um apartamento. Essas informações podem ser conferidas no site dos museus: http://www.maisonsvictorhugo.paris.fr/.

    TAG - Experiências Literárias 30 de abril de 2018 Responder

    Oi, Jéssica! Você tem razão: a matéria se refere à casa na Place de Vosges e as imagens foram atualizadas. Obrigada pelo seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados