Matérias

O que influencia a legibilidade de um livro físico?

Share this post

Ao ter contato com diferentes livros físicos, você percebe que alguns são mais prazerosos de se ler do que outros?

Há uma série de elementos do design e da produção gráfica que tornam a leitura de um livro mais confortável. Papéis amarelados, como o Papel Pólen, são os mais indicados para leituras longas pois evitam o cansaço visual. Para a impressão, são ideais os papéis de alta opacidade: aqueles que possuem a capacidade de receber tinta sem que ela possa ser vista do outro lado da folha.

A diagramação da página, ou seja, a forma como as informações são dispostas, também influencia consideravelmente o entendimento que o leitor tem da mensagem. O respiro nas margens é fundamental para a boa legibilidade de textos corridos, pois dá a sensação de ele estar mais limpo e espaçado. Da mesma forma, deve-se ter cuidado com as entrelinhas (espaçamento entre uma linha e outra), o número de linhas por página e o número de palavras por linha, pois massas de letras muito compactas podem deixar a leitura monótona.

Quanto mais simples for o desenho de uma fonte, mais legível ela será: letras muito grossas e baixas ou altas e finas dificultam a leitura, da mesma forma que tamanhos de fonte muito pequenos. Fontes mais regulares são, portanto, as mais qualificadas.

Você já havia reparado nesses elementos ao ler um livro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados