Listas

Sucessos de Hollywood inspirados na literatura

Filme "E o vento levou", de 1939 Share this post

Os sete maridos de Evelyn Hugo foi o livro enviado em abril pela TAG inéditos. Uma das obras mais bem avaliadas pelos associados no aplicativo do clube, conta a história de uma estrela de cinema, famosa entre as décadas de 1950 e 1980. A atriz fictícia ficou conhecida ao interpretar o filme Mulherzinhas, sucesso de época que realmente existiu e foi inspirado no livro homônimo da escritora Louisa May Alcott.

Leia outras obras que também se transformaram em produções memoráveis de Hollywood:

E o vento levou (1936)

Em plena Guerra Civil norte-americana, Scarlett O’Hara passa de uma jovem mimada para uma mulher disposta a arriscar tudo por seus sonhos. Ela não consegue se casar com Ashley Wilkes, mas acaba vivendo uma conturbada história de amor com o charmoso Rhett Butler. Ganhador do Pulitzer e do National Book Award, o livro inspirou um dos maiores clássicos do cinema – que recebeu honrarias como o Oscar de melhor filme em 1939 e melhor atriz pela performance de Vivian Leigh (1913-1967).

Laranja mecânica (1962)

Um dos maiores ícones literários sobre alienação pós-industrial, Laranja mecânica é narrado pelo protagonista Alex em uma linguagem considerada, por muitos, estranha: Anthony Burgess (1917-1933), o autor, utiliza gírias próprias para criar uma atmosfera quase lírica. O enredo segue uma sociedade futurista e distópica, na qual a violência e o totalitarismo reinam. O livro foi adaptado em 1971 para o cinema por Stanley Kubrick, tornando-se sucesso de público e crítica.

A fantástica fábrica de chocolate (1967)

Muitos não sabem, mas os filmes que imortalizaram Gene Wilder (1933-2016) e Johnny Depp como o excêntrico Willy Wonka foram baseados no livro infantil de Roald Dahl (1916-1990). A narrativa segue Charlie Bucket, uma das cinco crianças escolhidas para visitar a misteriosa fábrica de doces do Sr. Wonka. Durante o passeio, o leitor conhece o rio de chocolate, a grama de açúcar e os Oompa-Loompas, ajudantes do dono. O autor também inventou o universo de Matilda (1988) e James e o pêssego gigante (1961).

Resultado de imagem para 2001 livro aleph capa

2001: Uma odisseia no espaço (1968)

De um passado muito distante até o ano de 2001, esta narrativa convida o leitor a viajar da África a Júpiter. Arthur C. Clarke (1917-2008) escreveu uma incrível alegoria que ilustra aspectos sobre a história do mundo – e sobre um mundo que poderia ter sido ou existido –, desde os homens-macacos até a inteligência artificial. A ficção científica foi imortalizada nas telas do cinema em 1969 pelo renomado diretor Stanley Kubrick (1928-1999), que levou para casa alguns bons prêmios da Academia.

O poderoso chefão (1969)

Vito Andolini torna-se o carismático Don Vito Corleone após se mudar da Sicília para os Estados Unidos. Em um mundo de intrigas, tradições e honra, ele fica conhecido entre os anos 1940 e 1950 – passa de imigrante pobre a líder de uma das famílias mais influentes na máfia de Nova York. De autoria do escritor Mario Puzo (1920-1978), o livro originou uma trilogia cinematográfica lançada em 1972. Com direito a atuação de Marlon Brando (1924-2004) e Al Pacino, os filmes conquistaram diversos prêmios do Oscar.

1 comment

Leda Maria Menezes de Souza 7 de junho de 2019 Responder

Gente, eu adorei o livro “Os sete maridos de Evelyn Hugo”. Devorei, na verdade. Como só leio à noite, foram 5 dias de só dormir de madrugada. Não conseguia soltar… Parabéns pela escolha do título!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados