Sem categoria

Trilhas Vozes Negras: por onde andam os livros de autoria negra?

literatura negra, tag trilhas , trilha vozes negras Share this post

Durante muito tempo, as vozes que ouvíamos na literatura eram sempre as mesmas: vozes de pessoas brancas. E não porque a literatura não estivesse sendo produzida por pessoas negras — ela estava e segue estando até hoje —,  mas sim porque essas vozes não eram ouvidas e seus livros não eram lidos em grande escala.

Como alerta Chimamanda Ngozi Adichie, uma das autoras presentes na experiência da trilha, não podemos mais ficar reféns da história única. Muito menos da literatura única. Já passou da hora de ampliar as vozes negras para que elas reverberem pelo mundo.

O embranquecimento da literatura é uma problemática de todas as pessoas. É tempo de enegrecer nossas bibliotecas

Entre invisibilizadas e embranquecidas, as personalidades negras da literatura estão a um longo caminho de nós. Um caminho de enorme carga social, cultural e estrutural. Aqui, não cabe culpa individual, mas consciência e responsabilização coletiva. Queremos usar os livros como instrumento para derrubar essa barreira social e dar o nosso passo em direção a esse caminho.

Entendemos que a questão é profunda e precisa de esforços coletivos para que o cenário mude: ações governamentais, empresas privadas como a gente e você. Do nosso lado, escolhemos fazer aquilo que fazemos melhor: promover experiências literárias e diálogos, lançando a primeira edição da TAG Trilhas com Vozes Negras como protagonistas.

A experiência, construída em parceria com a Companhia das Letras, é composta por uma coleção de 7 livros de edição exclusiva e capa dura, materiais complementares à leitura, mimos literários e uma plataforma exclusiva de conteúdos multimídia.

Nossa missão é guiar você em uma imersão literária em diferentes contextos históricos e em temáticas essenciais para aprofundar a temática racial, com debates que nascem a partir da narrativa dos livros, mas que se expandem para além deles. A TAG Trilhas Vozes Negras traz um mosaico de vivências negras, com obras escritas em diferentes épocas e países. Junto a elas há também playlists para a leitura, materiais complementares, e debates e vídeos com grandes nomes da literatura nacional e internacional, como: Criolo, Jeferson Tenório, Conceição Evaristo e Kalaf Epalanga. Tudo isso para criar pontos de conexão e mostrar a pluralidade da experiência negra no mundo.

Para nós, o livro é isso: um instrumento para mudar o mundo e torná-lo um lugar melhor para todes. Por isso, lançamos a primeira edição da TAG Trilhas com Vozes Negras como protagonistas e convidamos você a também fazer parte dessa jornada. Vem com a gente? Seja uma das primeiras pessoas a adquirir a Trilha Vozes Negras. A edição é limitada! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados