Listas

3 livros para começar a ler Haruki Murakami

Haruki Murakami Share this post

Haruki Murakami é um dos autores mais lidos no Japão e um dos mais traduzidos no mundo. Sua extensa obra, que abrange romances, contos e diferentes textos de não ficção, acumula prêmios há muitas décadas, tornando-o parte do seleto grupo de escritores mais vendidos reconhecidos positivamente pela crítica acadêmica. Já é comum vê-lo especulado, ano após ano, como candidato ao Nobel de Literatura.

Com um estilo de escrita tão único quanto lapidar, Murakami é conhecido por empregar em suas narrativas elementos da cultura popular globalizada e por abordar reflexões sobre temas universais, como família, sexo, amor, solidão e as infindáveis angústias humanas. Uma combinação que evoca cenários muito familiares para o leitor ocidental, mas que nunca perde sua aura tipicamente japonesa.

Um dos encantos mais evidentes de seus romances e contos está em aborda assuntos banais a partir de uma ótica que transcende a realidade. Seus protagonistas, geralmente homens de seus trinta e poucos anos, são indivíduos solitários e fora de sintonia com o mundo, prestes a embarcar em aventuras surreais e estranhamente redentoras, forçados a se verem (por vezes, literalmente) no fundo do poço para então atingirem um novo e libertador entendimento sobre a própria condição. Nesse arco de aventuras e desventuras fantásticas, não são raras imagens de pessoas sem rosto, chuvas de peixes e aparições em cenários oníricos. Tudo isso ao som de jazz. E cercado de gatos, muitos gatos.

Abaixo, indicamos três títulos para aqueles que desejam adentrar o universo de Haruki Murakami.

Ilustração: Sabrina Gevaerd

1. Norwegian wood (1988)

A reputação de Murakami deu um novo salto com a publicação de Norwegian wood (1988), um de seus romances mais celebrados, que vendeu cerca de dois milhões de exemplares à época e atingiu um público de diferentes gerações. Curiosamente, esse é o único de seus escritos de ficção sem elementos fantásticos, e elaborado como uma experimentação que nem o próprio Murakami sabia se encontraria êxito. Desde então, o autor emplacou inúmeros fenômenos de vendas e angariou um contingente de leitores fiéis.

2. Minha querida Sputnik (1999)

Nesta história de amor e mistério, Murakami revela um Japão de restaurantes sofisticados e cores vibrantes. A solidão e a fragilidade dos relacionamentos são protagonistas de Minha querida Sputnik, em que o autor constrói um triângulo amoroso ao mesmo tempo arrebatador e poucas vezes visto na literatura.

3. Kafka à beira-mar (2002)

Talvez por influência dos pais, professores de literatura, Murakami cultivou um especial apreço pela arte ocidental, e cresceu lendo autores como Gustave Flaubert, Kurt Vonnegut, Fiódor Dostoiévski, Richard Brautigan e Franz Kafka. Foi deste último que veio o nome do protagonista do romance. Com referências que vão do mundo pop japonês às tragédias gregasKafka à beira-mar é um dos projetos mais ambiciosos do escritor japonês.

Quer saber mais sobre a obra do autor? Assista ao evento online Introdução ao universo de Haruki Murakami, com Luara França e Fábio Bonillo:

Qual livro do autor desperta mais a sua curiosidade? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados