Sem categoria

Ficção científica, Timothée Chalamet e Zendaya: a fórmula para conquistar seu coração, da literatura às telas.

duna Share this post
    Ana Souza

O trailer do filme Duna foi lançado recentemente e já conquistou muitos corações — e não é à toa, uma vez que os atores principais são nada mais nada menos do que Timothée Chalamet, um dos protagonistas de Me Chame Pelo Seu Nome, e Zendaya, uma das maiores atrizes da sua geração, estrela de Euforia, série de grande sucesso da HBO.

 

Entretanto, o que muita gente ainda não sabe é que o novo sucesso das telinhas vem — mais uma vez — de uma obra literária. Duna é um romance de ficção científica do escritor estadunidense Frank Herbert. Publicado em 1965, o livro se tornou um dos mais vendidos e conhecidos livros de ficção científica de todos os tempos.

Um dos pontos fortes de Duna é a presença de elementos filosóficos, religiosos e psicológicos ao longo da narrativa — essa composição dá ao livro, assim como é espero ao filme, profundidade e capacidade de gerar reflexão poderosas em seu público. De acordo com a Editora Aleph, responsável pela publicação de Duna no Brasil, a sinopse da obra se trata de umatrama repleta de política e religiosidade, onde o jovem Paul Atreides, herdeiro de uma poderosa família que foi vítima de um golpe, é treinado nas doutrinas secretas de uma antiga irmandade — e assim começa uma trajetória para transformar um homem comum em herói e messias”.

Por muito tempo, muitos fãs do livro e até críticos acreditaram não ser possível reproduzir uma adaptação cinematográfica fiel para Duna, devido à complexidade da obra. Essa dificuldade em adaptar o livro estava não somente no enredo, mas em seu glossário, ou seja, no conjunto de palavras próprias ao universo da obra e necessárias para seu entendimento.

Duna chegou a ter uma adaptação em formato de longa-metragem em 1984, mas foi bastante criticada, inclusive pelo próprio diretor do filme, e é considerada uma decepção por grande parte da opinião pública. Além desta tentativa, o livro também foi adaptado para uma minissérie que teve uma recepção consideravelmente melhor por parte do público.

A nova adaptação conta com um time de bastante referência no meio cinematográfico, o que, junto à boa recepção do trailer lançado recentemente, traz bastante confiança para que essa versão seja abraçada pelo público. Além da presença de Timothée Chalamet e Zendaya, outros grandes nomes estarão no elenco, como Oscar Isaac, Jason Momoa e Rebecca Ferguson.

Segundo Danis Villeneuve, o diretor franco-canadense da nova versão de Duna, o filme vai tratar somente da primeira metade do romance, justamente pelo mundo de Duna ser complexo e ser um universo que tem sua potência nos pequenos detalhes.

Duna e sua adaptação cinematográfica levantam um importante questionamento: é mesmo necessário que os filmes sejam fiéis aos livros nos quais eles são baseados? Ou é preciso ter em mente que, ao assistir a obra cinematográfica, estamos diante de uma outra obra?  

Se surgiu o interesse ou curiosidade em assistir o filme, já ativa os alarmes: a partir do dia 21 de outubro Duna estará nas telas dos cinemas brasileiros! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts relacionados